• Pular para o conteúdo
  • Diminuir letra
  • Aumentar letra
  • Fundo Preto
  • Fundo Normal
  Página Inicial Setores SUSEP Coordenação-Geral de Monitoramento de Solvência CORIS DISUB Cálculo do CMR em processos de transferência de carteira  

Cálculo do CMR em processos de transferência de carteira

 
Os formulários mencionados nos §§ 1º e 2º do artigo 3º da Circular Susep nº 456/2012, que deverão ser preenchidos somente com dados da carteira a ser transferida, são:

Dependendo das características dos produtos/planos a serem transferidos, apenas alguns desses formulários precisarão ser entregues. A tabela abaixo indica os formulários aplicáveis em cada caso (marcados com “X”):
 
(*) Somente planos na forma de pagamento único
 
Caso a transferência de carteira inclua produtos/planos com características diferentes das listadas na tabela acima, recomenda-se que a sociedade/entidade cedente solicite orientações específicas através do e-mail coris.rj@susep.gov.br.
 
 
OBS: Se não houver dados a informar em algum dos formulários exigidos para determinado caso, pede-se que o formulário em questão seja entregue em branco e que a sociedade/entidade cedente explique, no processo e no e-mail encaminhado à CORIS, por que não há dados a informar. (Ex.: Caso uma empresa deseje transferir carteira de seguros para a qual não existem riscos ressegurados, não haverá dados de créditos com resseguradores a serem informados no formulário RC-03)
 
OBS: Solicita-se que seja adotado um mês de referência único como base para o preenchimento de todos os formulários necessários, preferencialmente o mês mais recente cuja informação esteja disponível para a sociedade/entidade cedente no momento de abertura do processo de transferência de carteira. A informação sobre o mês de referência utilizado deverá constar no processo e no e-mail encaminhado à CORIS.
 
OBS: Esclarecimentos adicionais quanto aos dados solicitados podem ser consultados na seção de CAPITAL MÍNIMO REQUERIDO.
 
 
 
 

 

Ações do documento